A competição, que começou hoje e vai até o dia 13 dezembro, terá prova comemorativa em homenagem ao centenário do primeiro ouro brasileiro nas olimpíadas, conquistado pela modalidade em 1920. A edição do Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo deste ano é especial. Há 100 anos, o Brasil conquistava suas primeiras medalhas em Olimpíadas, todas as três no Tiro Esportivo. Na época, Guilherme Paraense conquistou o ouro na prova Pistola de 30m, Afrânio Costa ficou com a prata na Pistola Livre 60 Tiros e os dois, juntos de Sebastião Wolf, Dario Barbosa e Fernando Soledade, foram bronze por equipes na Pistola 50m. Entre os dias 8 e 13 de dezembro, o Complexo Esportivo de Deodoro, palco da Rio 2016, recebe o torneio, que será em homenagem a esse feito histórico.

Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo de 2020 acontecerá entre os 8 e 13 de dezembro. Cerca de 400 atletas de todo o país disputarão provas de Carabina, Pistola, Rifle e Tiro ao Prato. Em clima de festa, a competição terá ainda uma prova comemorativa, que simulará a primeira medalha de ouro conquistada pelo Brasil, por Guilherme Paraense, nos Jogos Olímpicos de 1920, na Antuérpia. A prova repetirá as condições e regras daquela época, terá o alvo a uma distância e 30 metros, onde serão disparados cinco séries de seis tiros, totalizando 30 tiros de prova.

O Complexo Esportivo de Deodoro foi montado com imagens antigas em celebração aos 100 anos das primeiras medalhas olímpicas brasileiras.

Há quase 50 anos, o torneio decide os melhores do país em suas respectivas provas. No entanto, como não foi possível acontecer o Campeonato Brasileiro em sua plenitude por causa da pandemia do coronavírus, foi estabelecido que os resultados deste evento definirão apenas os campeões em suas respectivas disciplinas disputadas, não terão validade para o ranking geral ou qualidade. E o evento acontecerá sem a presença de público. Para acompanhar, é preciso acessar o canal da CBTE, onde serão disponibilizados flashes ao vivo e destaques do dia.